importar arquivos de sidecar gerados por outras aplicações

Ao importar uma imagem, o darktable verifica automaticamente se ela está acompanhada de um arquivo sidecar. Além de buscar por arquivos nomeados <nome base>. <extensão>.xmp e<nome base>_nn. <extensão>.xmp (formatos de nomes de arquivos XMP do darktable), o darktable também verifica a presença de um arquivo no formato <nome base>.xmp (o formato de nomenclatura para os arquivos sidecar XMP do Lighroom). Os arquivos com o último formato de nomenclatura serão lidos pelo darktable mas não serão sobrescritos. Uma vez que tenha sido importado, o darktable irá gerar um arquivo XMP adicional usando sua própria convenção de nomes.

Atualmente, o darktable é capaz de carregar os seguintes metadados de arquivos sidecar gerados pelo Lightroom durante o processo de importação:

  • etiquetas (incluídas as etiquetas hierárquicas)

  • etiquetas de cor

  • classificações

  • informações de GPS

Adicionalmente, o darktable foi desenhado para auxiliar a migração de algumas operações de imagem de outros aplicativos específicos. O objetivo aqui não é fazer do darktable um substituto direto de qualquer outro software, e sim auxiliá-lo a recuperar parte do trabalho que você já investiu em sua imagem. É importante compreender que o processo de importação nunca fornecerá resultados idênticos ao de outro software. O motores de processamento são muito diferentes de aplicativo para aplicativo, e dependem muita da imagem individual. Em alguns casos, os resultados podem ser similares mas frequentemente ajustes posteriores serão necessários no darktable.

Esta migração ocorre automaticamente ao entrar na vista da sala escura, sempre que o sidecar XMP correspondente for encontrado.

Atualmente, o darktable é capaz de manejar os seguintes passos de processamento dos arquivos XMP gerados pelo Lightroom (com o módulo correspondente do darktable entre parêntesis):

Translations