pilha de histórico

Manipule a pilha de histórico de uma ou mais imagens selecionadas.

🔗controles de módulo

cópia seletiva…
Copia partes da pilha de histórico da imagem selecionada. Exibe uma caixa de diálogo na qual você pode escolher os itens a serem copiados da pilha de histórico. Se mais de uma imagem for selecionada, a pilha de histórico é obtida da imagem que foi selecionada primeiro. Clique duas vezes em um item do histórico para copiar apenas esse item e fechar imediatamente a caixa de diálogo.
cópia
Copia a pilha de histórico completa da imagem selecionada. Se mais de uma imagem for selecionada, a pilha de histórico é obtida da imagem que foi selecionada primeiro.

As informações relacionadas à codificação interna da tela e ao gerenciamento da máscara são consideradas inseguras ao serem copiadas automaticamente para outras imagens e, portanto, não serão copiadas ao usar este botão.

Os seguintes módulos foram excluídos da operação cópia:

  • módulos obsoletos

Você pode substituir todas essas exclusões usando “colagem seletiva…” e escolhendo quais módulos colar nas imagens alvo.

compactar histórico
Compacta a pilha de histórico da imagem selecionada. Se algum módulo aparecer várias vezes na pilha do histórico, essas ocorrências serão compactadas em uma única etapa do histórico. Cuidado: esta ação não pode ser desfeita!
descartar histórico
Exclui a pilha de histórico das imagens selecionadas. Cuidado: esta ação não pode ser desfeita!
colagem seletiva…
Cola partes de uma pilha de histórico copiada em todas as imagens selecionadas. Exibe uma caixa de diálogo na qual você pode escolher os itens a serem colados da pilha do histórico de origem.
colar
Cola todos os itens de uma pilha de histórico copiado em todas as imagens selecionadas.
modo
Esta configuração define como as ações de colagem se comportam quando aplicadas a uma imagem que já possui uma pilha de histórico. Em termos superficiais, o modo de “substituição” exclui a pilha de histórico anterior antes de colar, enquanto o modo “anexar” concatena as duas pilhas de histórico juntas.

Uma pilha de histórico copiada pode ter várias entradas do mesmo módulo (com o mesmo nome ou nomes diferentes) e ao colar se comporta de maneira diferente para essas entradas nos modos anexar e sobrescrita.

No modo anexar, para cada módulo na pilha de histórico copiado, se houver um módulo na imagem de destino com o mesmo nome, ele será substituído. Se não houver tal módulo, uma nova instância será criada. Em ambos os casos, a instância colada é colocada no topo da pilha de histórico. Se um módulo específico aparecer várias vezes em qualquer pilha de histórico, apenas a última ocorrência desse módulo será processada.

No modo sobrescrita o comportamento é o mesmo, exceto que o histórico da imagem de destino é excluído antes do início da operação de colagem. As ações de “copiar tudo”/“colar tudo” neste modo duplicarão precisamente a pilha de histórico copiado para as imagens de destino (incluindo quaisquer ocorrências duplicadas).


Observações
  • As predefinições automáticas do módulo são adicionadas a uma imagem apenas quando ela é aberta pela primeira vez na sala escura ou sua pilha de histórico é descartada. Se você usar o modo sobrescrita para colar as entradas da pilha de histórico em imagens que não foram abertas anteriormente na sala escura, na próxima vez que a imagem for aberta, as predefinições automáticas serão aplicadas à imagem. Portanto, pode parecer que o modo de “substituição” não duplicou com precisão a pilha de histórico existente, mas, neste caso, esses módulos automáticos serão adicionados posteriormente.
  • O modo anexar permite que você reconstrua posteriormente sua pilha de histórico preexistente (porque os itens de histórico anteriores são retidos na pilha da imagem de destino). No entanto, no modo “substituir”, todas as edições anteriores são irrevogavelmente perdidas.
  • A configuração modo é mantida quando você sai do darktable – se você alterá-la para uma única cópia e cola, certifique-se de alterá-la novamente.

carregar arquivo secundário
Abre uma caixa de diálogo que permite importar a pilha de histórico de um arquivo XMP selecionado. Essa pilha de histórico copiada pode então ser colada em uma ou mais imagens.

Imagens que foram exportadas pelo darktable normalmente contêm a pilha de histórico completa se o formato de arquivo suportar metadados incorporados (consulte o módulo [exportar] (../shared/export.md) para detalhes deste recurso e suas limitações). Você pode carregar uma imagem exportada como um arquivo secundário da mesma forma que faria com um arquivo XMP. Este recurso permite que você recupere todas as configurações de parâmetro se você acidentalmente perder ou sobrescrever o arquivo XMP. Tudo o que você precisa é a imagem de origem, normalmente um raw, e o arquivo exportado.

gravar arquivos secundários
Grava arquivos auxiliares XMP para todas as imagens selecionadas. O nome do arquivo é gerado anexando “.xmp” ao nome do arquivo.

Por padrão, o darktable gera e atualiza arquivos secundários automaticamente sempre que você trabalha em uma imagem e altera a pilha de histórico. Você pode desativar a geração automática de arquivos secundários em [preferências > armazenamento] (../../../preferences-settings/storage.md). Isso pode ser útil quando você está executando várias versões do darktable (para que as edições em cada versão não entrem em conflito umas com as outras), no entanto, em geral, desabilitar esse recurso não é recomendado.

Translations